Bom dia, gente! Tudo bem com vocês?

Esse post é uma dúvida de muuuuuita gente que faz crochê com fio de malha e também de quem tá super no comecinho.

Nos nossos workshops a gente responde essa pergunta assim: Não! O jeito certo é o que for mais confortável pra você e te causar menos dor.

Dor? Sim, se você ainda tá no comecinho da prática com crochê em fio de malha pode não ter percebido, mas crochetar pode doer… mão, dedos, punho, ombro, cervical… Por isso, é muito importante ficar claro que não existe só um jeito certo, pois ele pode ser confortável pra umas e desconfortável pra outras. (e claro, maneirar nas horas seguidas fazendo o mesmo movimento e não apertar tanto os pontos)

Vamos ver 2 maneiras de segurar a agulha aqui nas fotos:

Eu, Julia, seguro como caneta na maioria dos trabalhos. Quando faço maxi crochê (usando vários fios juntos), prefiro segurar por cima da agulha. Já a minha mãe, Valderez, prefere segurar sempre por cima.

Segurando como caneta, algumas sentem dor no punho. Quando eu seguro por cima, sinto dor nos ombros… então a minha sugestão é: não faça o que todo mundo diz que você tem que fazer. O ideal é testar, crochetar, sentir, manejar os tipos de agulha disponíveis e ver com qual e de que jeito VOCÊ gosta mais de trabalhar!

E aqui vão os conselhos do meu quiropraxista pra você, que como nós, viciou rsrs, trabalha com isso e crocheta sem parar todos os dias da semana:

Os meus conselhos, além de todos os que listei acima e me trouxeram uma vida com menos dor no crochê, são:

Vou deixar alguns links de agulhas disponíveis no mercado para crochetar com fio de malha:

Ponto sem nooh Armarinho

Crochê Moderno

Zuza Armarinhos

Pra gente miúda 

Natália Salgado

Ah! Se você aí também vende agulhas de crochê, aproveita pra divulgar sua loja e deixa pra gente nos comentários!

 

E não esquece de contar pra gente o que achou do post, se você também sente dores quando crocheta e qual o jeito que você se adaptou para fazer seus trabalhos! Vamos adorar saber.

Um beijo grande e até a semana que vem.

Julia e Valderez | Sândalo e Cedro

2 respostas

  1. Muito bom. Eu seguro a agulha como se segura mesmo a caneta, inclusive apoio a agulha no “nozinho” do dedo do meio e nunca me esqueço que uma amiga, ao me ver fazer crochê, disse: mas você segura a agulha errado! Fiquei toda atrapalhada tentando segurar “certo”, sem apoiar no nozinho do dedo e foi puro desconforto para mim. Seguro do jeito que sinto confortável, os pontos saem certinhos e bonitos então o que está errado? Ora essa.

  2. Estou lendo seu texto porque seguro a agulha com a mão por cima, como quem segura uma faca. Acho mais elegante segurar como se segura uma caneta e dia desses comentei em um grupo e alguém me disse para treinar do “jeito certo”, pois era uma questão de treino e esforço. Até tentei, comparei se os pontos seriam mais bonitos. Mas, no final só me cansei e não rendeu nada. hoje vendo uma vídeo aula, eis que vejo alguém que segura como eu, daí resolvi procurar se existe mesmo um jeito errado ou certo de segurar a agulha. Que bom ver que o certo é o que for mais cômodo para mim. vou continuar como sempre fiz, mesmo achando que parece que estou cavando rsrsrs Não acho tão bonito, mas é o que sei fazer e me cansa menos. É o meu jeito, é o meu certo. Obrigada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *